PASESPE

PASESPE

O projeto de Acolhimento Social da Escola do Pensar – PASESPE foi criado no Instituto Educacional Alvorada Plus – Escola do Pensar com o intuito de envolver os alunos, funcionários, familiares, amigos e parceiros da escola na promoção e desenvolvimento de ações voluntárias que visam a melhoria da qualidade de vida daqueles que necessitam, oferencendo apoio assistêncial, social, emocional e espiritual.

Ações desenvolvidas pelo PASESPE:

  • Doação de alimentos, produtos de higiene pessoal, roupas em bom estado de conservação;
  • Doação de brinquedos, fraldas descartáveis, cobertores;
  • Ação coletiva de orientação para hipertensos, diabéticos, alimentação saudável, atividades física;
  • Orientação educacional, profissional, psicossocial e espiritual;

Recursos utilizados pelo PASESPE:

O PASESPE conta com recursos unicamente de doações com intuito de beneficiar ou auxiliar na melhoria da qualidade de vida de pessoas necessitadas.

Como Doar:

A doação poderá ser realizada por qualquer pessoa que deseja de forma voluntária, contribuir com o projeto.

Quem são os beneficiários das doações e atendimentos:

São pessoas da comunidade em condições de vulnerabilidade, que apresentarem necessidades social, emocional e/ou espiritual, após serem devidamente cadastradas no Projeto.
O cadastro é realizado por voluntários autorizados, que farão uma visita ao beneficiário para avaliação das necessidades/condições e inclusão ao PASESPE.

Quem são os Voluntários do PASESPE

Os voluntários do PASESPE são alunos, ex-alunos, familiares, professores, funcionários e parceiros da Escola do Pensar.
Seja um voluntário, procure o departamento do projeto para realizar o cadastro.

Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?” Lucas 12:20
No final do mês passado foi criado aqui na Escola um projeto social chamado PASESPE – Programa de Acolhimento Social da Escola do Pensar, com o objetivo de promover ações de apoio à comunidades e pessoas carentes. Esse projeto foi idealizado pelo Prof. Rafael Ribeiro (coordenador do curso de enfermagem) e nós aqui do departamento de Capelania abraçamos a ideia! A primeira ação do PASESPE era realizar no dia 16/09 (ontem) um atendimento na área de saúde e higiene pessoal na comunidade Olaria nas mediações da Vila Andrade. Faríamos medição de pressão arterial, teste de glicemia, orientações de higiene bucal entre outras coisas. Mas como eu disse, “era”!
Era por volta de 9:10h da manhã quando começamos os primeiros atendimentos, tudo parecia normal, até que percebemos que havia fumaça no local. Passados pouco mais de 5 minutos veio a notícia de que havia um incêndio na comunidade, e teríamos que abortar todo o atendimento. A partir daí nosso foco era desmontar nossa estrutura, tirar nossa equipe de professores e alunos da enfermagem em segurança, e também ajudar os moradores a retirar seus pertences de dentro das casas que em sua maioria é de madeira.

Os bombeiros foram acionados e chegaram rapidamente, mas o fogo “agiu” igualmente rápido e em pouco tempo 15 a 20 casas estavam destruídas. Pessoas choravam desesperadas, crianças corriam em meio à fumaça em busca de seus pais e familiares. Muitas pessoas saíram de lá apenas com a roupa do corpo, os bens materiais foram todos destruídos. A cena era horrível, dor, tristeza e muitas lágrimas, inclusive as nossas, que caiam no chão como se quisessem ajudar a apagar as chamas cada vez mais intensas.
Os alunos do curso de enfermagem fizeram um mutirão para comprar algumas centenas de garrafas de água para distribuir entre os moradores afetados. Montamos uma mini base de atendimento para dar os primeiros socorros àqueles que inalavam fumaça ou passavam mal em virtude a carga emocional que o episódio provocou. Por fim, saímos de lá por volta de 15h e o clima não era nada bom. Uma ponta de frustração tomou conta da gente, já que tínhamos planos de atender aquelas e pessoas, mas infelizmente não conseguimos.
E porque estou te contando isso? Pra você e eu pensarmos em pelos uma coisa:
Quais são seus planos para o dia de amanhã? Você tem certeza que vai realiza-los? O que você precisa fazer hoje? Porque você procrastina tanto? Nós tínhamos planejado muitas coisas pra aquele dia 16/09, mas de forma súbita tudo foi mudado, não tínhamos mais o controle dos eventos como pensávamos. Você acha mesmo que tem o controle do seu futuro ou dos eventos que virão?

Ao refletir sobre esse episódio lembrei do que Jesus disse em Lucas 12:19 e 20 “E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?”
Pense sobre sua vida, reflita sobre seu passado, presente e futuro. Analise que tipo de planos você tem feito para “amanhã”, e principalmente que lugar Deus ocupa em sua vida.
Que Deus te abençoe e proteja nessa desconhecida semana.
Abraços,
Pr. Vanius Dias